Sobre Mudanças: Bem vido ao Cacto ♥

Oi pessoal, como vocês estão?

É com muita felicidade, amor e carinho que volto à escrever aqui. Hoje, entendo porque fiquei  afastada em algumas fases. É que a gente muda, faz parte.

Esse blog me acompanha desde os meus 17 aninhos (já se passaram 6 anos, acredita?), isso se considerarmos o nome “coisas de sereia“, porque antes disso eu já escrevia com outros nomes (no blogspot, etc). O blog me fez muito feliz com esse nome e eu o criei com um conceito lindo demais (ele sempre foi um conceito empoderador e muito sobre a força e a magia das mulheres), mas com o tempo a minha vida foi mudando  e em meio à tanto trabalho, estudo e obrigações da “vida adulta” meus sonhos foram ficando de lado… Paralelo à isso, o termo “coisas de sereia” ganhou muita força com a tendência do sereísmo e acessórios/roupas de sereia para o carnaval. E isso fez com que a nossa logo fosse plagiada por MUITOS IGS nas redes sociais (de lojinhas, etc), e também por outros blogs (porém, sem domínio próprio). Tudo isso me fez MUITO mal, tendo em vista que tudo o que vocês veem aqui é totalmente autoral e foi pensado com o maior carinho, tudo tudo foi idealizado e criado por mim (com a ajuda do meu amor, claro). Na época nós contratamos uma empresa (nós já tivemos 2 logomarcas, a primeira foi bem no inicinho do blog).Esses acontecimentos me fizeram entrar em uma “crise de identidade” e eu não conseguia mais ver sentido em escrever aqui (vendo tudo o que foi pensado por mim ser quebrado na minha frente), eu acredito que as pessoas que se apropriam de “logomarca” (mesmo que não registrada) alheia não tem a mínima ideia do quanto aquilo foi criado com todo amor e pensado em cada detalhe e eu posso dizer com muita propriedade que isso dói muito pra quem criou “aquilo”. Hoje, com o coração cheio de saudades eu me despeço do coisas de sereia (talvez seja apenas um “até logo”). Eu ainda sou COISAS DE SEREIA (e isso vai fazer parte de mim pro resto da vida, o meu conceito desde o início) e dou boas vindas ao CACTO.

Antes de falar sobre o CACTO, olha só as nossas antigas logomarcas pra vocês matarem a saudade (se você é novo por aqui, pra conhecer um pouquinho de nós):

Primeira logomarca que o blog teve, feita pela pessoa que criou o layout que vocês conhecem hoje e todo o código do site.
Primeira logomarca que o blog teve, feita pela pessoa que criou o layout que vocês conhecem hoje e todo o código do site.
Segunda logomarca´, criada por uma empresa de marketing. Essa foi a nossa imagem mais plagiada.
Segunda logomarca´, criada por uma empresa de marketing. Essa foi a nossa imagem mais plagiada.

 

Bom, antes de chegar à decisão do novo nome (que só foi criado há mais ou menos 2 meses) eu sofri e procurei por mais de 1 ano e meio um novo nome e uma nova logo que me representasse mais que o coisas de sereia (e que ainda ornasse bem com o layout do blog, que eu não pretendo mudar tão cedo porque continua me representando TOTALMENTE, bem clean, minimalista e fofo ao mesmo tempo). Confesso que eu fracassei muito nas minhas buscas, logo eu que sempre fui tão criativa e tão dona de mim. A maior dificuldade é que além do blog esse nome faria parte da minha marca (que é o meu projeto de faculdade) e ele precisava representar muito bem além de “casar” 3 âmbitos, o meu blog, a minha marca e eu própria. E essas 3 coisas nunca poderiam divergir em nada. O meu conceito, a minha marca e o meu blog PRECISAM SER APENAS 1. Bom, o penúltimo nome que eu pensei me ajudou muito no processo de criação. O nome que eu havia escolhido anteriormente para a minha marca era Reamor, seria perfeito para a loja, mas não para o blog. Porem, o que representava a logo da reamor era um CACTO (pasmem). E quando eu entrei no meu blog há 2 meses atrás e li a minha biografia (que foi escrita em 2014), assim estava (e continua):

 

Inspirações – pessoas de luz

Bom diaa!!!!!!!!!!!

Prometo que hoje eu não vou escrever muito (ao menos vou tentar).

Eu não sou o tipo de pessoa que tem paciência pra ficar acompanhando youtubers falando sobre “dias de compras” ou coisas irrelevantes. Portanto, não sou inscrita em muitos canais. Gosto de canais que tocam o meu coração e me fazem pensar: “como eu levo a minha vida“.

O que eu acho é que, a maioria dos youtubers se perdem no caminho. Quase todos começam com uma essência linda, falam de coisas realmente importantes… Mas depois acabam se deixando levar por “aquilo que dá dinheiro” e fazendo vídeos de trollagem, ou sei la o que (não desmerecendo esse tipo de conteúdo, mas é que ele não combina com algumas pessoas… sabemos quando é natural e quando não é).

Por isso, a maioria dos canais que eu sigo são relativamente “menores”, apenas 2 deles são MUITO famosos (que na minha opinião são aquelas em que as pessoas continuam sendo elas mesmas).

Então eu resolvi trazer 1 vídeo de cada um dos meus canais preferidos, pra vocês se inspirarem nessas pessoas incríveis.

1: Thays Lessa

Esse é um dos meus vídeos preferidos do canal da Thays, e representa muito o meu pensamento. Também AMO DE PAIXÃO a Roberta Tenório. Mas todos os vídeos da Thays são simplesmente incríveis. Ela é a minha preferida da vida!

2.Marieli Mallmann

Amo a Mari, ela é muito incrível… Ela faz do canal dela um espaço de muito amor, e a gente sente isso em tudo o que ela compartilha com a gente. Eu já falei dela outra vez aqui, afinal, ela é a pessoa por traz do Compra-se Um Fusca. Faz um tempinho que ela não posta lá, porque está se dedicando mais ao canal, mas vale a pena conferir porque ela tem posts incríveis. O CONTEÚDO dela no geral é sensacional.

3. Victoria Ferreira

Como ela se descreve no insta: “Empodero mulheres através de informação e autoconhecimento” e realmente, ela faz isso com toda a propriedade da palavra. Eu acho ela tão sensacional, que foi a pessoa que me inspirou a voltar a escrever, e foi através desse vídeo : Crise dos 20 e poucos que eu enxerguei como me sinto, por isso resolvi dar o mesmo nome ao meu post (clica aqui pra você dar uma olhadinha).

4. Maddu Magalhães

Sem dúvidas, ela é o canal mais famoso que eu sigo no youtube. kkkkk MAS EU REALMENTE AMO DE PAIXÃO. Porque o DIY é um coisa que eu levo comigo pra vida. E ela é muito maravilhosa em tudo o que ela faz. Sem mais delongas, apenas sigam ela também.

5.Rayza Nicácio

É MUITO PODER, NÉ MORES?

Bom, tem mais alguns outros que eu sigo, mas postei apenas os 5 primeiros que me vieram à cabeça (depois faço um outro post com mais inspirações, afinal quero trazer pra vocês pelo menos 1 vez por semana 5 personalizades marcantes da internet… vou até fazer uma hashtag pra uma nova categoria, deem dicas para o nome #cincopessoas ?)

Me ajudem!

Um beijão ♥

 

Você já parou pra pensar em tudo o que você tem?

minimalism1

Hoje eu vim falar de um assunto que me impacta muito: M I N I M A L I S M O.

Não vim falar sobre o sentido da moda (looks apenas B&W, ou ter em seu armário apenas peças cápsula), mas sim como um TODO.

O minimalismo não está relacionado especificamente à quantidade de coisas que você tem ou quais são as coisas que você tem, e julgamentos do tipo ” se você tem mais de 10 peças de roupas, você não é minimalista” ou “se você usa maquiagem, você não é minimalista” não vêm ao caso.

O que eu tiro de aprendizado sobre o minimalismo é: FIQUE APENAS COM O QUE TE FAZ BEM.

Sobre roupas:

Se você tem um armário com 40 peças e utiliza TODAS AS ROUPAS que você tem, então fique com todas! Mas se você não usa nem metade das peças que possui, separe e fique apenas com aquelas que te empoderam. Aquela blusinha que está no fundo do armário e você não usa porque fica muito colada, aperta o seu braço, ou que você simplesmente não se sente confortável ou bonita com ela: você não precisa disso! Agora, se você coloca aquela calça e se sente INCRÍVEL, linda e gostosa: essa peça é a SUA CARA, PORTANTO FIQUE COM ELA.

Tente identificar o SEU estilo, e só compre peças se necessário e se elas combinam com as outras peças que você tem que te identificam. ANTES DE COMPRAR UM NOVO PRODUTO, pense se você realmente precisa dele (ou se você não está comprando apenas por impulso)!

INVISTA em peças duráveis. Se você se conhece de verdade, não compre várias peças só porque estão com um bom preço e que ao invés de levar só uma, você pode levar 4 ou 5. Continue lendo “Você já parou pra pensar em tudo o que você tem?”

Como não amar? Mom Jeans ♥

Já faz um tempinho que essa tendência dos anos 90 foi resgatada, e a cada dia ela conquista mais e mais fãs entre os jovens. Eu confesso que demorei um pouquinho a me render à ela, mas não resisti e agora só quero vestir mom jeans! kkk

No meu dia a dia, eu gosto sempre de me sentir confortável, e uma peça que eu nunca abro mão é a calça jeans… Até porque eu não uso vestidos/saias/shorts na minha rotina… Uso às vezes aos finais de semana. Mas confesso que as calças skinny me incomodam bastante (porque eu tenho cintura fina, e as coxas muito grossas), por isso fiquei um tempinho usando saia longa T O D O S os dias, mas sentindo muita falta do jeans (que eu amo de paixão) que deixa o look muito mais descontraído, e é disso que eu gosto.

Eu S E M P R E gosto de misturar peças delicadinhas, com outras mais pesadas, essa é uma característica muito forte do meu estilo (tanto que independente da roupa que eu estiver, eu uso praticamente três sapatos apenas: um oxford de samambaias da Insecta, um drover low desert da Yellow factory e um coturno da Taquilla, mesmo que eu esteja com o vestido mais delicadinho da vida, todo de rendinha).

Por isso, separei algumas inspirações pra vocês que ainda não se renderam ao mom jeans, pra começarem a usar JÁ (e pra quem já se rendeu conhecer outras possibilidades) porque ele veio pra ficar:

momjeans6momjeans1momjeans5

momjeans14

Mom jeans + cropped = ♥

momjeans7

+ 1 desse combo

momjeans+renda3

E esse com body de renda? É pra se apaixonar mesmo né?

momjeans2

com maxi casaco ♥

momjeans3

Beeeeeeem despojado

momjeans8

Com transparência ♥

momjeans+cropped

Delicadinho + salto

momjeans11                                  Esse look da Bru com rasgo atrás + coturno nem se fala né?

momjeans13

momjeans+renda1

Não podia faltar né? Bela ♥

 

E aí? O que vocês acharam? Me contem!